Uma das maiores preocupações de todas as redes sociais é ser deixada para trás, cair no esquecimento ou ser trocada por outra, como foi o caso do Orkut substituído pelo Facebook. Quando o Instagram surgiu foi uma alegria em poder compartilhar fotografias em uma plataforma feita exclusivamente para isso. Sem dó nem piedade as selfies dominaram o mundo e muita gente se descobriu profissional na área.

dCj0vE3NTm1HO

Via GIPHY

Mas quando o Snapchat surgiu uma quantidade significativa de pessoas acabou migrando para a plataforma, diferente do Instagram, poder compartilhar suas experiências quase que instantâneamente fez com que muita gente se sentisse importante nas redes sociais, e assim como em outras plataformas as sub-celebridades apareceram. Em 2012, o criador do Facebook, Mark Zuckerberg, tentou comprar o aplicativo Snapchat. As negociações foram inúmeras, porém fracassadas. O único problema de toda essa história é que o Mark é simplesmente o “dono” das redes sociais mais importantes de hoje em dia.

A vida do Snapchat parecia promissora, tudo ia bem até que o Mark começou com essa história de comprar o aplicativo e a proposta foi recusada. Não se dando por vencido o homem do Facebook vai lá e coloca a opção Stories no Instagram, abalando a estratégia do concorrente. Jogo sujo? Talvez, mas não há uma plataforma melhor do que o Instagram para ter uma opção de vídeos e fotos com a mesma proposta do Snapchat. Não contente com apenas uma de suas redes sociais rodando a versão Stories, Mark a inclui no Messenger e WhatsApp e agora no tão aclamado Facebook. O anúncio foi realizado nesta terça-feira (28).

l0HlVr28BmXWEDBQc

Via GIPHY

Muitos memes ironizaram a nova atualização, outras empresas queridinhas como a Netflix e o Twitter criaram sua versão fictícia do Stories, por mais que o investimento vire piada não significa que dará errado. Pelo contrário a facilidade de encontrar tudo em um só aplicativo pode ser um grande aliado da nova proposta. Bem sabemos que o Facebook não vai ser deixado de lado tão cedo pelos seus usuários, afinal ele derrubou outras redes sociais e continua firme e forte mesmo depois de tantas adaptações.

Não há problemas na banalização do formato, mas apenas uma dessas redes sociais sairá vencedora, e por mais que o Stories saia do WhatsApp e Messenger é bem provável que continue respirando no Instagram e no Facebook. O Mark não perde nada se elas caírem com o tempo, todas essas adaptações não passam de uma grande estratégia para derrubar o Snapchat e evoluir suas próprias redes sociais. Isso sim é pensar num plano de negócios e evolução da sua empresa, é estar sempre atento aos concorrentes, apesar de Mark ter uma equipe que pense nas futuras evoluções da empresa e analise os possíveis lançamentos, há sempre o fator surpresa.

Em termos de comunicação a entrada do Stories no Facebook será uma grande reviravolta para as agências de mídia e jornais. “É preciso estar sempre se adaptando” o grande lema da comunicação hoje em dia, mas de certa forma é complicado dar conta de tantas redes sociais e novos meios de comunicação. Assim como o Facebook, sobrevive apenas o melhor e mais inovador, mesmo que isso signifique ‘copiar’ o adversário.

222

Via GIPHY