Antes, ter networking  era o suficiente para manter leitores num blog. Hoje, é preciso muito mais.

Com o Google Panda, sites de má qualidade de conteúdo são detectados facilmente. Pois, o sistema tenta simular as decisões de um usuário baseados em comportamentos coletivos, onde um bom texto, boas imagens e qualidade de conteúdo são primordiais.

Na sua data de lançamento – 24 de fevereiro – o Google afimou:

“…assim que lançamos uma melhoria muito grande no nosso algoritmo de rankeamento, uma mudança impactou visivelmente 11,8% das pesquisas, e queríamos que as pessoas soubessem o que está acontecendo. Esta atualização se destina a reduzir os rankings de sites de baixa qualidade, baixo valor agregado para os usuários, cópias de conteúdo de outros sites ou sites que  simplesmente não são muito úteis. Ao mesmo tempo, proporcionará uma classificação melhor, de alta qualidade de sites com conteúdo original e informativo, tais como de pesquisas, relatórios em profundidade, análises ponderadas e assim por diante. Não podemos fazer uma melhoria significativa, sem afetar os rankings de muitos sites. Pode ser que alguns sites vão subir e alguns descer. O Google depende de conteúdo de alta qualidade, criado por sites maravilhosos no mundo todo, e temos a responsabilidade de promover um ecossistema saudável na web. Portanto, é importante que sites de alta qualidade sejam recompensados, e foi exatamente isso que essa mudança trouxe.”

Um site penalizado pelo Google Panda cairá no ranking de pesquisa. O prejuízo em especial, será se esse, fizer uso do Google AdSense, com o impacto econômico que pode cair.

Objetivos do Google Panda 

1) filtrar sites com conteúdo de pouca importância;

2) detectar sites com muitas notícias curtas;

3) utilizam dezenas de tags ou categorias;

4) copia / cola sem devidos créditos.

Vale lembrar que a penalização do Panda é desencadeada por diversos fatores, e nunca por um único motivo isoladamente. Um ponto importante, é que o Panda não é um sistema que funciona online. O Google atualiza de tempos em tempos.

Como saber se o seu conteúdo tem qualidade

Questione-se:
– Os visitantes estão satisfeitos com o conteúdo encontrado?

– O conteúdo oferece infomação e/ou entretenimento?

Dicas
Por mais que você domine determinado assunto, pesquise. Sempre haverá algo há aprender e acrescentar. Filtre e adicione informações pertinentes. Corrija erros gramaticais. Insira imagens. Se puder, planeje seus conteúdos com antecedência.

Se você é blogueiro(a) e gostaria de acrescentar algo à esse conteúdo, deixe seu comentário.