Em nota da Brightcove, a última informação sobre o Metro, diz que o Internet Explorer 10 Metro não rodará Flash a menos que seu site tenha permissão da Microsoft.

A marca deve lançar a próxima versão do Windows – o Windows 8 -, em 26 de outubro. Com o Windows 8, a Microsoft tomou a decisão de limitar o uso do Flash como um meio de entregar conteúdo e dar prosseguimento ao conceito de experiência livre de plugins no Internet Explorer 10. Como resultado, sites não poderão usar o Flash no IE10 a menos que eles tenham aprovação prévia e caiam na lista branca da Microsoft.

No artigo está a seguinte justificativa para a diferença de comportamento entre as versões do Internet Explorer em relação ao Flash:

“Embora qualquer site possa executar conteúdo em Flash no Internet Explorer 10 da área de trabalho, apenas sites que estejam na lista de Compatibilidade de Visualização (CV) podem executar conteúdo em Flash no Internet Explorer da nova interface do Windows. Colocamos sites com conteúdo em Flash na lista CV se eles entregam a melhor experiência ao usuário no Internet Explorer 10 nesses sites. Por exemplo, quão responsivo o conteúdo é a toques. Ele funciona bem com o teclado na tela, ou afeta a autonomia da bateria? Os alertas visuais estão em consonância com as diretrizes de experiência do usuário da Loja do Windows? Sites que se apoiam em funcionalidades (por exemplo, eventos de rolagem e função P2P [peer-to-peer]) que não são suportadas pelas diretrizes de UX do Windows para apps da Loja, e que não fiquem seriamente prejudicados ante a sua abstenção, se dão melhor rodando no Internet Explorer 10 da área de trabalho com Flash.”

Para inserir seu site na lista branca, é preciso enviar um e-mail à Microsoft com detalhes do site e de como ele se adequa às Diretrizes de Conteúdo em Flash da Microsoft.