O Google ampliou nesta quarta-feira (20) a solicitação de pré-venda de seus óculos, conhecidos como Project Glass, além de divulgar um novo vídeo com demonstrações do dispositivo em uso.

O Google abriu a pré-venda do Project Glass durante sua conferência anual Google I/O em junho de 2012, permitindo somente que desenvolvedores reservassem uma unidade do dispositivo pelo valor de 1.500 dólares.

Desde então, diversos funcionários do Google – incluindo o cofundador, Sergey Brin – já foram vistos usando os óculos e testando suas funções. As primeiras fotos e vídeos com o Project Glass surgiram logo em seguida.

No entanto, no vídeo divulgado hoje pelo Google demonstra com mais detalhes o funcionamento do Project Glass. As imagens mostram interações a partir de comandos de voz, capacidade para tirar fotos e vídeos, navegação ponto a ponto e integração com o Google Now.

Já a ampliação da oferta para pré-venda será em formato de concurso. Os interessados em pagar 1.500 dólares para adquirir um exemplar do Project Glass precisarão enviar uma resposta, de até 50 palavras, ao Google para a pergunta: o que você faria se tivesse o glass?

Será possível enviar as respostas em formato de foto ou vídeo, mas é necessário usar a hashtag #ifihadglass. No entanto, esta oferta será válida apenas para residentes dos Estados Unidos.

No fim de janeiro, a empresa também organizou uma maratona de desenvolvimento para seus óculos chamada “Google Glass Foundry”. No entanto, ela solicitou 180 dias de confidencialidade aos participantes e ainda não há nenhum detalhe sobre o que ocorreu.

Segundo o cofundador do Google, Sergey Brin, os óculos da empresa devem chegar aos usuários finais somente ao final de 2014, quando a plataforma e o dispositivo estiverem mais consolidados.

(via)