Pagar uma conta de supermercado ou restaurante não necessariamente precisa ser em dinheiro em espécie ou cartão.

Em muitos países novas tendências de mercado estão criando formas alternativas de pagamento. De maneria simples e segura, as pessoas já podem, por exemplo, emprestar dinheiro a um amigo via mensagem de texto ou e-mail, ou até mesmo pagar as compras do supermercado utilizando apenas o celular.

Conheça formas de pagamento alternativas que poderão ser utilizadas:

PayPal: o pioneiro

Já conhecido e muito utilizado pelos brasileiros, o PayPal foi fundado em 1998 como uma solução pioneira para pagamentos online.

Com ele, é possível pagar contas pela Internet, celular ou tablet de forma mais simples, uma vez que seus dados financeiros – como número de cartão de crédito e conta bancária – não são compartilhados com os vendedores. Atualmente, ele conta com mais de 100 milhões de usuários distribuidos entre 190 países.

Ao criar a sua conta, você registrará os seus dados bancários ao programa. Depois, na hora de efetuar futuros pagamentos, será necessário apenas o e-mail e a senha cadastrados.
A operadora Vivo, em parceira com o PayPal, já lançou o serviço de pagamento por meio do celular, que permite aos usuários enviarem e receberem pagamentos via SMS. Além disso, empresas como Casas Bahia, Extra Supermercados e Gol também já aceitam o PayPal.

NFC: pague suas compras com o seu celular

Muito utilizada nos Estados Unidos e no Japão, a NFC (Near Field Communication) é outra forma prática, segura e alternativa para você efetuar seus pagamentos.

Utilizando um chip com tecnologia desse porte, você pode trocar informações entre dispositivos móveis sem o uso de cabos ou fios, sendo necessária apenas uma aproximação física.

Com um celular habilitado para NFC, você pode simplificar as suas compras. Se você estiver em um mercado que utilize esta tecnologia, basta aproximar o seu aparelho do leitor de código de barras e pronto: sua compra será efetuada com sucesso!

No Brasil, a NFC ainda está dando os seus primeiros passos. Mas em Tóquio, por exemplo, já é possível comprar passagens de metrô apenas encostando o celular às catracas.

Google Wallet: “carteira virtual”

Para facilitar a vida dos consumidores, o Google fundiu o Checkout e Wallet no final do ano passado. Agora os usuários podem utilizar o serviço tanto em lojas físicas como virtuais.

Em sites de e-commerce, o Google Wallet funciona de maneira semelhante ao PayPal, isto é, basta os clientes digitarem o e-mail e a senha cadastrados. Já nos estabelecimentos físicos, os pagamentos são feitos por meio de tecnologia NFC. Vale lembrar que atualmente o sistema NFC do Google só funciona nos Estados Unidos.

 

 

Venmo: “SMS amigo”

O Venmo é um serviço que possibilita a você enviar ou receber dinheiro de um amigo por meio de mensagens de texto. Além disso, ele também funciona como uma rede social, em que seus amigos podem ver para quem e pelo o quê você está transferindo dinheiro.

O serviço se mostra útil caso você esteja na rua e sem um “tostão” no bolso ou queira reunir a galera para um churrasco. É só mandar um SMS para os amigos e cobrar a grana! O Venmo ainda não está disponível no Brasil.

 

Amazon WebPay: pagamento via email

A Amazon também lançou um serviço alternativo de pagamento: o Amazon WebPay. O produto permite aos usuários cadastrados transferirem dinheiro entre si via e-mail. Para isso, é necessário apenas ter uma conta na Amazon.com.

A qualquer hora e de qualquer lugar, você recebe ou envia dinheiro para amigos e familiares. Bastar estar online!
Essas formas alternativas de pagamento, no Brasil, ainda não estão totalmente disponíveis, com exceção do PayPal. No entanto, a tendência é que, em breve, empresas, mercados, lojas e restaurantes nacionais passem a aderir esses tipos de serviço.

 

Fonte